Graça Preveniente comparada com Graça Irresistível.

Muitos calvinistas cometem o erro de afirmar que o Arminianismo ensina que os seres humanos podem se auto salvar. Alguns calvinistas tem igualmente ensinado que os arminianos acreditam que Jesus morreu para assegurar a salvação para todos os que querem por si mesmo entrar no reino de Deus. Em outras palavras, o homem trabalha com Deus para a sua salvação. Monergismo é o conceito calvinista de que a salvação é totalmente a obra de Deus à parte do homem, enquanto sinergismo é o conceito de que o homem trabalha com Deus para a sua salvação.

No entanto, os arminianos abraçam tal sistema? Não se pode negar que os arminianos não abraçam a doutrina calvinista do monergismo. Acreditamos que, levado à sua conclusão lógica, monergismo leva a dupla predestinação e faz de Deus o autor do pecado. Alguns calvinistas, infelizmente, não rejeitam tal noção. No entanto, é preciso notar que Armínio acreditava firmemente que a salvação era uma obra de Deus pela Sua graça, para a Sua glória, e pelo Seu Espírito através da pregação da Sua Palavra. Neste (o evangelho), Armínio foi completamente reformado, pois ele declarou que a salvação era a obra de Deus e não dos homens.

No entanto, como pode os aminianos abraçar a doutrina Reformada da depravação total e ainda assim manter que a salvação é pela graça mediante a fé para todos os que creem? A resposta Arminiana é graça preveniente. Embora este tenha sido historicamente um termo Wesleyano, eu prefiro o termo “pré-conversão habilitada pela graça”.

Kevin Jackson na SEA lista vários pontos sobre a graça preveniente que eu acredito que são dignos de nota para ser repetido aqui:link

Graça Preveniente  atraí (João 6:44; 12:32)

Graça Preveniente é universal (João 1: 9; 00:32; 16: 7-8; Romanos 1: 18-19; Tito 2:11)

Graça Preveniente convence o incrédulo (Atos 16:14, 29-30)

Graça Preveniente age em cooperação com o ouvir da Palavra (Atos 2:37; Romanos 10:17)

Preveniente graça é dada abundatemente (Atos 17: 26-27; Romanos 2: 4; 8:32)

Graça Preveniente pode ser rejeitada (Mateus 23:37; João 05:34, 39-40; Atos 07:51; Hebreus 4: 2; 10:29)

Graça Preveniente Resulta em Graça salvadora quando aceita (Efésios 2: 8-9; 5:14)

Porque é a graça preveniente necessário dentro do  Arminianismo? Porque arminianos acreditam que a humanidade esta morta em seus pecados (Efésios 2: 1-3). Acreditamos que, por causa de nossa depravação, isso faz nos incapazes à parte da graça e do Espírito de Deus de ouvirmos o evangelho e sermos salvos (Romanos 3: 10-18). Estamos cegados pelo deus deste século para o evangelho (2 Coríntios 4: 3-4) e precisamos de ajuda divina, a fim de ouvir o evangelho e sermos salvos dos nossos pecados. O Espírito Santo veio para fazer esse trabalho de convencimento e abrir nossos olhos para ver a nossa necessidade de salvação, a nossa necessidade de nos arrepender, e nossa necessidade de nascer de novo (João 3: 3-7; 16: 8-11). Não há salvação à parte da obra do Espírito (João 6:44; Romanos 8: 9-11; 1 Coríntios 12: 1-3, 13; Gálatas 4: 4-6). O Espírito Santo é essencial para a regeneração (Tito 3: 5-7).

Uma observação sobre a graça preveniente é que os calvinistas muitas vezes tendem a argumentar que o termo não é encontrado na Bíblia?  Certamente nem o termo “Bíblia” ou “Trindade” ou ” Expiação Penal substitutiva”, mas estes são termos que os cristãos usam apesar do fato de que eles não estarem na própria Bíblia. Os conceitos, no entanto estão. E isso é verdade sobre a graça preveniente. De muitas maneiras, as mesmas passagens que calvinista aplicam a graça irresistível são as mesmas passagens que arminianos utilizam para a graça preveniente com algumas exceções. Embora o termo não seja encontrado na Bíblia, nós arminianos aceitamos o conceito bíblico que vemos em relação à obra do Espírito Santo em conexão com a salvação.

E é só pela graça de Deus que somos capazes de ouvirmos o evangelho e sermos salvos. O homem não coopera com Deus e Sua graça para ser salvo, mas sim o homem deve se render à graça de Deus para ser salvo. 1 Não há como negar que a decisão de ser um discípulo de Jesus é uma decisão muito real, mas o Espírito de Deus opera em nosso coração para nos revelar a salvação de Deus em Seu Filho (João 1: 12-13) e o Espírito de Deus toma a Palavra pregada e permite-nos ter fé para crermos (Romanos 10: 14-17). O trabalho de convicção, fé, arrependimento e santificação são todas  obras de Deus e não dos homens. Sim Deus usa pessoas para pregar o evangelho (Mateus 28: 19-20), mas apenas Deus constrói a Sua Igreja (Atos 02:47; 1 Coríntios 3: 5-9; Efésios 2: 8-10).

Então, o que faz com que a graça preveniente, então, seja diferente do conceito calvinista da graça irresistível? Dois pontos da lista acima sobre a graça preveniente bíblica serão suficientes. Em primeiro lugar, o calvinismo iria rejeitar a noção de que a graça de Deus é universal. O Calvinismo ensina que a graça é dada apenas para os eleitos. Há graça comum (como a chuva que cai sobre justos e injustos, Mateus 5:45), mas a graça salvadora é dado somente aos eleitos. Em segundo lugar, os calvinistas irão rejeitar a noção de que tal graça pode ser rejeitada. Uma vez que Deus decretou que serão salvos em seguida, Ele os chama pelo Seu próprio poder soberano, para si mesmo para sua própria glória e Ele os salva por Sua graça através do Seu Filho que morreu para os eleitos. Os eleitos, por natureza, então, não irão rejeitar o evangelho, mas somente aqueles que foram eleitos para o inferno o farão (Romanos 9:18).

Os arminianos rejeitam tal ensino. Sem dúvida nos aceitarmos o ensinamento bíblico de que a salvação é para os eleitos, mas rejeitamos a natureza incondicional da compreensão calvinista da eleição. Nós, por sua vez, acreditam que a salvação se baseia em indivíduos que respondem pela graça para o evangelho (Atos 2: 37-39, 41). Cremos que a Bíblia ensina uma chamada universal à salvação (João 3:16; 4: 13-14; 6:40; Atos 10:43; Romanos 10:13; 1 Timóteo 2: 1-6; 2 Pedro 3: 9; 1 João 2: 2). E, no entanto, acreditamos que tal apelo aos pecadores só podem ser respondidas por aqueles a quem o Espírito está a trabalhar (2 Coríntios 6: 1).

Quem, então, estará no inferno? Somente aqueles que rejeitaram o evangelho (João 3: 18-21; Romanos 1: 18-32). Não há salvação à parte de Jesus Cristo (João 14: 6; Atos 4:12), o que faz com que a pregação do evangelho seja tão importante e necessário. A graça preveniente nos permite saber que vamos ter sucesso quando pregamos a Palavra de Deus, já que a graça de Deus trabalha através da Palavra para trazer a regeneração (1 Pedro 1: 18-25). Deus pré-conhece todos os que crerão no Seu Filho e Ele escolhe a aceitá-los em Seu Filho (Romanos 8: 29-30; 2 Tessalonicenses 2: 13-14; 1 Pedro 1: 2) por Sua graça. Graças a Deus por esta pré-conversão, habilitada pela graça (Tito 2: 11-12).

1 – Monergismo condicional

Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s